Arquivo de março de 2010

Odesur elogia organização dos Jogos Sul-americanos 2010.

sábado, 20 de março de 2010

Em reunião realizada nesta sexta-feira, dia 19, em Medellín, na Colômbia, a Assembleia Geral Ordinária da organização Desportiva Sul-americana – ODESUR elogiou a organização dos Jogos Sul-americanos que acontecem na cidade colombiana. De acordo com o presidente da ODESUR, Carlos Arthur Nuzman, Medellín 2010 elevará o patamar de organização dos próximos Jogos Sul-americanos. “Medellín e Colômbia estão realizando um trabalho fantástico, que deixará um importante legado para a juventude colombiana e desde já contribuiu para oferecer uma nova dimensão dos Jogos, como, por exemplo, a construção da primeira Vila sul-americana da história”, afirmou Nuzman.

Da Assembleia Geral da ODESUR participaram dirigentes de destaque mundial, como o presidente da Organização Desportiva Pan-americana – ODEPA, o mexicano Mario Vasquez Raña, que esteve representando o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Jacques Rogge, o vice-presidente do COI, o alemão Thomas Bach, além da presidenta do Comitê Organizador Medellín 2010, Alícia Varga.

Em seu pronunciamento, Vasquez Raña fez uma exposição dos esforços que o México está fazendo para organizar os Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011 e ressaltou o excelente nível de organização dos Jogos Sul-americanos em Medellín, que terá o recorde de 3.637 atletas dos 15 países que integram a ODESUR.

Durante a reunião, alguns pontos importantes foram destacados, como a proposta de fazer dos Jogos Sul-americanos classificatórios para os Jogos Pan-americanos. “Este é um ponto central que permitirá a valorização dos Jogos e motivará ainda mais a participação dos atletas. Vamos realizar um estudo a fim de analisar como isso pode ser aplicado no sistema de classificação para outras competições, como os Jogos Pan-americanos. Precisamos encontrar um caminho que atraia todas as modalidades do Programa Sul-americano aos Jogos, de forma a desenvolver o esporte no continente e a evitar investimentos em instalações que acabam não sendo utilizadas devido á falta de inscrição de equipes pelos países”, explicou o presidente da ODESUR Carlos Nuzman.

A Assembleia da ODESUR manifestou seu descontentamento quanto à decisão da Venezuela de não hospedar seus atletas e oficiais na Vila Sul-americana de Medellín 2010, preferindo colocá-los em hotéis da cidade. A Assembleia solicitou que a Venezuela reveja sua decisão para os próximos Jogos, a fim de promover o espírito olímpico e possibilitar o congraçamento dos atletas venezuelanos com as delegações dos demais países.

Durante a reunião foram feitas apresentações dos Comitê Organizadores de Santiago 2014, sede dos próximos Jogos Sul-americanos, e de Manta 2011, palco dos II Jogos Sul-americanos de Praia. Sobre as dúvidas se Santiago conseguirá realizar os Jogos Sul-americanos de 2014, devido à série de terremotos que recentemente abateu o Chile, o Comitê Executivo da ODESUR decidiu dar um prazo até 30 de setembro próximo para que o Comitê Organizador Santiago 2014 e o Governo chileno possam reavaliar a proposta de organizar o evento e concluir se o país terá condições de sediar os Jogos.

Por fim, Nuzman anunciou a saída de Carlos Roberto Osório do cargo de secretário geral da entidade, que passa a ocupar um cargo estratégico na Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e cuja agenda não permitirá acumular suas funções na ODESUR. Osório recebeu das mãos de Nuzman o grande colar da Ordem Sul-americana, a maior honraria da entidade. Será substituído pelo argentino Mario Cilenti, que possui vasta experiência na organização de grandes eventos multiesportivos, como os Jogos Olímpicos Sydney 2000 e os Jogos Pan-americanos Winnipeg 1999 e Rio 2007, e que já atuava como colaborador da ODESUR.

Fonte: Site do COB

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Dupla de judocas conquista primeira medalha de ouro para o Brasil nos IX Jogos Sul-americanos Medellín 2010!

sábado, 20 de março de 2010

A primeira medalha de ouro do Brasil nos IX Jogos Sul-americanos Medellín 2010 foi conquistada nesta sexta-feira, dia 19, nos tatames do Coliseo de Combate do Complexo Esportivo Atanasio Girardot. A dupla formada por Luis Alberto dos Santos e Rioiti Uchida superou os colombianos Luis Gabriel Cuartas e Gatenferd Ramirez (145 a 140), e ficou com a medalha de ouro na disputa de Katame – No – Kata (técnica de solo).

Além do ouro, Luis Alberto dos Santos e Rioiti Uchida subiram ao pódio em outra apresentação contra a mesma dupla da Colômbia, no Nague – No – Kata (técnica de projeção). Desta vez, os donos da casa venceram por 141 a 136, e os brasileiros ficaram com a medalha de prata.

Nas duas apresentações os venezuelanos Medrado Duarte e Javier Rivero conquistaram o bronze.

A competição de judô dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010 acontece até o dia 22.

Fonte: Site do COB

O Judô brasileiro mostrado sua força!

Saudações Olímpicas!

Sebástian Pereira

Comitê Organizador Cingapura 2010 revela o design da tocha olímpica dos Jogos Olímpicos da Juventude.

quinta-feira, 18 de março de 2010

O Comitê Organizador Cingapura 2010 revelou o design da tocha olímpica dos primeiros Jogos Olímpicos da Juventude. A chama vai viajar por uma cidade de cada um dos cinco continentes: Berlim (Alemanha), Dakar (Senegal), Cidade do México (México), Auckland (Nova Zelândia) e Seul (Coreia do Sul).

Ela passará por pontos turísticos famosos para que muitas pessoas se envolvam no evento. Os Comitês Olímpicos Nacionais (CON) das cidades participantes do revezamento serão convidados a enviar dois representantes para a cerimônia.

Além dos convidados dos CON’s, os cidadãos de Cingapura terão a chance de fazer parte da história de sua nação e dos primeiros Jogos Olímpicos da Juventude. Eles poderão levar a tocha olímpica no revezamento.

Para participar, os candidatos (acima dos 12 anos de idade) deverão preencher um formulário e mostrar os Valores Olímpicos através de ações de Excelência, Amizade e Respeito em suas vidas. As inscrições irão até o dia 15 de abril no site Million Challenge Deeds (www.milliondeeds.sg).

Cerca de 560 jovens serão selecionados por votos e anunciados no mês de junho. A chama viajará durante seis dias. Ao todo, 85% dos participantes do revezamento serão o público.

Para mais informações sobre a viagem da chama dos Jogos Olímpicos da Juventude, visite o site www.singapore2010.sg/jyof.

Fonte: Site do COB

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Cerimônia de Abertura dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010 dá a largada para o segundo ano do ciclo olímpico do Brasil até Londres 2012.

quinta-feira, 18 de março de 2010

 Time Brasil inicia a participação na competição multiesportiva mais importante do segundo ano deste Ciclo Olímpico com a disputa dos IX Jogos Sul-americanos Medellín 2010. Com uma delegação formada por 562 atletas, o Brasil dá prosseguimento à preparação para os Jogos Olímpicos Londres 2012. Nesta sexta-feira, dia 19, os atletas dos 15 países participantes desfilam na Cerimônia de Abertura, com inicio marcado para as 21h (horário de Brasília), no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín. Apesar da abertura nesta sexta-feira, desde a última quarta-feira acontecem competições de ciclismo em Medellín.

Além de ser uma importante etapa na formação da delegação brasileira que disputará os Jogos Olímpicos de Londres 2012, os Jogos Sul-americanos de Medellín são uma oportunidade para o Brasil retomar a hegemonia esportiva continental e a liderança no quadro de medalhas da competição, posto alcançado na penúltima edição do evento, realizada no Brasil, em 2002. Nos Jogos de 2006, em Buenos Aires e Mar Del Plata, o Brasil ficou em primeiro lugar no quadro geral de medalhas (304 contra 292 da Argentina), porém os argentinos obtiveram mais medalhas de ouro (107 contra 97 do Brasil). Em Medellín, brasileiros e argentinos terão ainda a ameaça da Colômbia, que há quatro anos se prepara para a disputa do evento. “Será uma bela disputa, o que engrandece ainda mais o esporte na América do Sul. Para o Brasil, os Jogos Sul-americanos servem como importante parâmetro para a preparação dos atletas para os Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011 e para os Jogos Olímpicos Londres 2012″, afirma o Chefe da Missão Brasileira em Medellín 2010, Bernard Rajzman.

O programa esportivo da competição contempla, além das modalidades olímpicas, outras seis que fazem ou já fizeram parte do programa pan-americano. São elas: beisebol, boliche, futsal, karatê, softbol e squash. Em Medellín, o Time Brasil está baseado na Vila Sul-americana, instalação especialmente construída para o evento e que após os Jogos será destinada à população de baixa renda da região. Esta é a primeira vez que uma Vila é construída exclusivamente para a competição e os colombianos destacam os legados sociais e esportivos que os Jogos Sul-americanos deixarão para o país. O Brasil participará de 42 modalidades na competição continental. Não haverá representantes brasileiros somente no beisebol, hipismo, futebol, patinação velocidade e softbol.

Na Colômbia, o Time Brasil terá nomes de destaque do esporte brasileiro. Estão confirmados na delegação nomes como a velocista Barbara Leôncio, o mesatenista Hugo Hoyama, o ginasta Diego Hypólito, o canoísta Nivalter Santos, a saltadora Juliana Veloso, os maratonistas aquáticos Ana Marcella Cunha e Allan do Carmo, a judoca Ketleyn Quadros, o craque de futsal Falcão, além dos nadadores Kaio Marcio, Joana Maranhão e Thiago Pereira. Modalidades como o voleibol, o vôlei de praia e o basquete serão representadas por equipes de jovens talentos, para que adquiram experiência internacional.

Além de Medellín, outras oito sub-sedes receberão eventos dos Jogos Sul-americanos. Em Rionegro serão disputadas as provas de karatê, esqui aquático, patinação artística, hipismo e futebol feminino. Em Guarne será o tiro esportivo e o futebol. Guatapé será a sede aquática do evento, com as provas de vela, canoagem, triatlo e maratona aquática. Envigado receberá partidas de futebol masculino, assim como Itagui, que ainda será a sede do handebol. Copacabana verá o pólo aquático e o ciclismo mountain bike, enquanto Sabaneta receberá os confrontos de boxe. Os Jogos Sul-americanos classificam algumas modalidades para os Jogos Pan-americanos de Guadalajara 2011, no México, como por exemplo o basquete e o handebol. Ao todo são 46 locais de competição. Cerca de cinco mil atletas e oficiais de 15 países participam dos Jogos.

Fonte: Site do COB

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Bandeira Brasileira é hasteada na Vila Sul-americana Medellín 2010.

quinta-feira, 18 de março de 2010

A Bandeira do Brasil já tremula na Vila Sul-americana em Medellín. Em cerimônia realizada na manhã desta quinta-feira, dia 18, o Chefe da Missão brasileira, Bernard Rajzman, e a velocista Barbara Leôncio hastearam a Bandeira Brasileira, na presença de cerca de 150 integrantes do Time Brasil em Medellín 2010. A cerimônia aconteceu conjuntamente com a delegação do Peru. O prefeito da Vila, Sergio Rodrigues, deu oficialmente as boas-vindas às duas delegações e ressaltou os legados que os Jogos deixará para a cidade. “Temos orgulho de ser a casa dos atletas sul-americanos nos próximos 15 dias. Aqui será o ponto central de 100 mil pessoas que habitam essa colina e representará a mudança na qualidade de vida dessa população. Trabalhamos para oferecer todo o conforto e condições para que vocês desfrutem de uma estada agradável em Medellín”, afirmou o prefeito da Vila.

Esta é a primeira vez que uma Vila Sul-americana é construída, pois normalmente as equipes ficam hospedadas em hotéis. A Vila de Medellín conta com 13 edifícios com um total de 620 apartamentos de dois e três quartos. O Brasil ocupa o prédio 8 e parte dos prédios 7 e 12. Modalidades como remo, canoagem, vela e patinação artística estão hospedadas em hotéis próximos aos locais de competição. Remo, canoagem e vela, por exemplo, serão disputados em Guatapé, que fica a 2 horas de distância de Medellín.

O Chefe de Missão Bernard Rajzman destacou a acolhida dos colombianos. “Medellín 2010 tem tudo para se transformar nos melhores Jogos Sul-americanos da história. Isso é importante na medida em que reforça a qualidade e a organização do esporte na América do Sul. Vamos sediar os Jogos Olímpicos Rio 2016 e a nossa responsabilidade aumenta a cada dia”, considerou Bernard.

Fonte: Site do COB

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Ketleyn Quadros será porta-bandeira nos Jogos Sul-Americanos.

quinta-feira, 18 de março de 2010

 judoca Ketleyn Quadros, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, será a porta-bandeira do Time Brasil na Cerimônia de Abertura dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010, nesta sexta-feira, dia 19. Primeira brasileira a conquistar uma medalha olímpica em disputa individual, Ketleyn estará à frente dos atletas brasileiros na abertura do evento, que acontece a partir das 21h (horário de Brasília), no Estádio Atanasio Girardot.

Nesta sexta-feira, a atleta terá o prazer de carregar a bandeira brasileira durante a abertura dos Jogos.  No sábado, ela dará início à sua trajetória dentro da competição em busca de medalhas, no Coliseo de Combate do Complexo Esportivo Atanasio Girardot. As disputas nos tatames terão início às 11h (horário de Brasília).

“Para mim é uma honra muito grande poder entrar no estádio carregando a bandeira brasileira. Será uma emoção especial”, garante Ketleyn, de 22 anos, nascida no Distrito Federal e que treina e reside em Belo Horizonte.

Time Brasil – Com uma delegação formada por 562 atletas, o Brasil terá em Medellín 2010 seu maior contingente de participantes em uma competição fora do país (700 pessoas, incluindo oficiais). A competição representa uma importante etapa da preparação visando aos Jogos Olímpicos Londres 2012.

Fonte : Site da CBJ

Viva o Judô!

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Seleção estreia nesta sexta nos Jogos Sul-Americanos.

quinta-feira, 18 de março de 2010

A seleção brasileira de judô estreia nesta sexta-feira (19) nos Jogos Sul-Americanos de Medelin, na Colômbia, etapa importante na preparação da equipe para os Jogos Olímpicos de Londres 2012. Glaucia Lima (-70kg), Stefani Luppetti (-78kg), Priscila Marques (+78kg), Eduardo Santos (-90kg), Leonardo Leite (-100kg) e Rafael Silva (+100kg) serão os primeiros judocas em ação no evento. O Brasil também será representado nos Jogos por Catiere Toledo (-44kg), Daniela Polzin (-48kg), Andressa Fernandes (-52kg), Ketleyn Quadros (-57kg), Laisa Santana (-63kg), Ricardo Ayres (-60kg), Luis Revite (-66kg), Bruno Mendonça (-73kg) e Rodrigo Luna (-81kg).

“A competição será de alto nível, principalmente no feminino. Argentina, Colômbia e Venezuela estão bem fortes em algumas categorias”, comenta a técnica da seleção feminina, Rosicléia Campos.

O ligeiro Ricardo Ayres, que faz sua estreia em jogos sul-americanos, está motivado.

“Cheguei da Europa com uma nova visão do judô, após treinar com os melhores do mundo. Viajo bem consciente do meu papel na equipe e estou confiante para conquistar um bom resultado. Com certeza os Jogos Sul-Americanos são importantíssimos, pois tem grande visibilidade”, diz Ricardo Ayres.

Além de Rosicléia Campos, a comissão técnica em Medelin será formada pelo chefe de delegação Pedro Sinohara, o médico Breno Shor, a fisioterapeuta Roberta Mattar, a nutricionista Gisele Lemos, e o treinador Amadeu Moura (masculino).

O Brasil será representado por um total de 557 atletas nos Jogos Sul-americanos. Ao todo, incluindo os oficiais, membros de comissões técnicas, médicos, massagistas e  fisioterapeutas, o Comitê Olímpico Brasileiro levará cerca de 700 pessoas para Medellín. O Brasil participará de 37 modalidades.

Fonte: Site da CBJ

Força Brasil!

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Estrutura dos Jogos Sul-Americanos é destaque.

quinta-feira, 18 de março de 2010

As disputas do judô nos Jogos Sul-Americanos começam na sexta-feira e as primeiras impressões da equipe sobre a competição e a estrutura do evento são as melhores possíveis. O Brasil será representado nos Jogos por Catiere Toledo (-44kg), Daniela Polzin (-48kg), Andressa Fernandes (-52kg), Ketleyn Quadros (-57kg), Laisa Santana (-63kg), Glaucia Lima (-70kg), Stefani Luppetti (-78kg), Priscila Marques (+78kg), Ricardo Ayres (-60kg), Luis Revite (-66kg), Bruno Mendonça (-73kg), Rodrigo Luna (-81kg), Eduardo Santos (-90kg), Leonardo Leite (-100kg) e Rafael Silva (+100kg).

“Está tudo ótimo e a competição no feminino promete, pois as equipes da Venezuela, Argentina e Colômbia estão completas e bem fortes em algumas categorias”, diz a técnica da seleção brasileira, Rosicléia Campos.

A treinadora também elogiou a estrutura dos Jogos Sul-Americanos.

“A Vila é bem legal, assim como a alimentação. O diferencial é o Metrocable, que é um tipo de bondinho que para dentro da estação de metrô. É super prático. Tudo muito bonito e estruturado. Confesso que fiquei admirada”, completa Rosicléia.

Fonte: Site da CBJ

Vamos torcer pela nossa seleção!

Saudações Olímpicas!

Sebástian Pereira 

São Paulo anuncia criação de “Time” para 2016 em parceria com o Comitê Olímpico Brasileiro.

sábado, 13 de março de 2010

A cidade de São Paulo participará ativamente da preparação e treinamento de atletas com vistas aos Jogos Olímpicos Rio 2016. Nesta quinta-feira, dia 11, durante assinatura do protocolo de intenções entre a Prefeitura de São Paulo e o Comitê Olímpico Brasileiro, o prefeito de São Paulo Gilberto Kassab anunciou a criação do Time São Paulo, projeto que visa a apoiar a preparação de atletas de modalidades individuais para o Rio 2016.

O Time São Paulo integrará o Time Brasil, programa do COB para a preparação das delegações brasileiras visando às principais competições multiesportivas no mundo, como os Jogos Olímpicos, Jogos Pan-americanos e Jogos Sul-americanos, entre outros.

O projeto seguirá os mesmos moldes do Time Rio, uma iniciativa da prefeitura do Rio de Janeiro que atenderá a cerca de dez atletas com chances de medalha nos Jogos Olímpicos Londres 2012, de acordo com o planejamento das Confederações Brasileiras Olímpicas. “Com este anúncio, São Paulo passa a ser a primeira a cidade a apoiar a preparação de atletas até 2016. Os detalhes do projeto, bem como o aporte financeiro da Prefeitura de São Paulo, serão acertados entre a Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação e o COB, em conjunto com as Confederações. O mais importante é que teremos em São Paulo um forte aliado na preparação dos atletas. Esperamos que essa iniciativa contagie outras prefeituras”, afirmou o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

Durante a assinatura do protocolo de intenções, o prefeito de São Paulo Gilberto Kassab ratificou a determinação da cidade em apoiar o Rio 2016 em todos os sentidos. “Este protocolo é mais do que uma intenção. São Paulo está ao lado do esporte brasileiro e do Rio de Janeiro nesta caminhada até 2016. Estamos engajados para fazer no Rio de Janeiro uma grande Olimpíada e ajudar a preparar nossos atletas, seja na construção e reforma de equipamentos esportivos, no apoio direto aos atletas ou em qualquer outra missão”, explicou Kassab.

Também estiveram presentes à cerimônia de assinatura do protocolo de intenções o secretário de Esportes, Lazer e Recreação de São Paulo, Walter Feldman; a diretora do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, Magic Paula, e o superintendente executivo de esportes do COB, Marcus Vinícius Freire, entre outras autoridades. O secretário Walter Feldman lembrou que vários atletas da delegação brasileira que esteve em Pequim 2008 realizaram exames fisiológicos nas dependências do Centro Olímpico, numa parceria com a UNIFESP. “Este protocolo passa a estabelecer uma relação formal e orgânica com o COB, no sentido de trabalharmos juntos e nos prepararmos de forma adequada para o Rio 2016″, afirmou.

Dentre as várias atividades que serão contempladas a partir desse protocolo – ciência do esporte, fisiologia do esforço, preparação física, nutrição e educação, entre outros, Magic Paula revelou a disposição de criar um Centro de Excelência de Boxe, com ênfase para o boxe feminino, e um núcleo de ginástica artística. “Além disso, já acertamos com a Confederação Brasileira de Atletismo que os treinamentos da equipe de saltos será no Centro Olímpico. Esse acordo com o COB dá ainda mais credibilidade ao trabalho que é feito no Centro Olímpico. Hoje é um dia especial”, considerou.

O presidente Carlos Arthur Nuzman destacou a amplitude de ações que este protocolo proporcionará. “São Paulo é o coração dos grandes atletas que têm integrado as seleções brasileiras de diversas modalidades. Esse protocolo abrirá novas perspectivas para milhares de jovens descobrirem suas aptidões esportivas e para que os talentos sejam lapidados. O mais importante é a oportunidade que essa iniciativa possibilitará à juventude de São Paulo. O prefeito Kassab e o secretário Walter Feldman estão de parabéns pela visão demonstrada”, ressaltou Nuzman.

Fonte: Site do COB

São as prefeituras de todos o Brasil se envolvendo com o MOVIMENTO OLÍMPICO!

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Medalha vencedora do concurso dos primeiros Jogos Olímpicos da Juventude é apresentada.

domingo, 7 de março de 2010

A vencedora do concurso de medalhas dos primeiros Jogos Olímpicos da Juventude foi anunciada nesta quarta-feira, dia 3, pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). Setsuko Fukuzawa, de Montreal, Canadá, concorreu com 107 participantes e venceu com o projeto chamado “Yes, youth can” (“Sim, a juventude pode”).

O “Y”, desenhado na medalha, é uma representação contemporânea da deusa grega vitória, Nike, e também simboliza a juventude dos Jogos. No fundo, ondas refletem os aplausos dos torcedores e, as chamas de fogo, o espírito de um atleta. O projeto inclui os anéis olímpicos para capacitar os atletas a participar e comemorar.

“´Sim, a juventude pode´ não é uma revolução, apenas evolução. Ela representa todos os atletas jovens no momento da vitória, comemorando. Simples, mas poderosa”, disse Setsuko.

O concurso recebeu inscrições de 34 países. Na etapa de votação do público, a peça vencedora recebeu 3.881 votos. Já na segunda fase de julgamento, o júri do COI selecionou o design vencedor entre 10 finalistas. A medalha será a premiação dos Jogos Olímpicos da Juventude Cingapura 2010 que serão realizados entre os dias 14 e 26 de agosto.

Fonte: Site do COB

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira