Arquivo de julho de 2010

Dailane termina na quinta colocação no Mundial Júnior!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

O sonho de mais uma medalha em campeonatos mundiais acaba de terminar agora pouco na Hungria. Durante a disputa pela medalha de bronze, a Brasileira Dailane Gomes foi superada por Aline Focken da Alemanha de virada. Após vencer o 1° round por 4×1, nossa atleta sofreu uma virada e foi derrotada por 2 rounds a 1 (4×1, 0×4 e 0×6). Apesar do revés, o quinto lugar conquistado é um excelente resultado para o Brasil em Mundiais. Dailane Gomes a cada dia que passa mostra impressionante evolução e os seus resultados estão aí para confirmar, uma prata no Pan Júnior da Nicarágua e o quinto lugar no Mundial Jr. da Hungria. Fica aqui a sensação de missão cumprida. “Apesar da derrota, Dailane fica com a honrosa quinta colocação, parabéns “fera”!!! Estar entre as 5 melhores na faixa etária que certamente irão disputar as medalhas em 2016 nos enche de esperanças e nos mostra que estamos no caminho certo”, enaltece Pedro Gama Filho, Presidente da CBLA.

Fonte: Site da CBLA

Saudações Olímpicas!

Sebástian Pereira

Brasil garantido na semi da Copa do Mundo por Equipes!

domingo, 25 de julho de 2010

Após dois dias e cinco rodadas de disputas emocionantes em Belo Horizonte, a Copa do Mundo por Equipes já tem três países matematicamente garantidos na semifinal: Coréia do Sul, Japão e Brasil. As duas últimas rodadas da primeira fase, as semifinais e a grande final serão realizadas do dia 29 a 31 de julho, em Salvador. Até o momento Japão e Coréia do Sul dividem a liderança com 13 pontos. O Brasil está em terceiro, com 12 pontos. Na competição por equipes, os países se enfrentam nos cinco pesos, podendo os combates acabarem empatados, com a vitória valendo três pontos e o empate um.

Neste sábado (24) a equipe brasileira saiu invicta da Copa do Mundo por Equipes, sem perder um combate sequer. Pela quarta rodada, o Brasil bateu portugal por 5 a 0, com vitórias de Alex Pombo (-66kg), Bruno Mendonça (-73kg), Flávio Canto (-81kg), Tiago Camilo (-90kg) e Rafael Silva (+90kg). Contra a Grã-Bretanha, pela quinta rodada, mais um 5 a 0, desta vez com Leandro Cunha (-66kg), Bruno Mendonça (-73kg), Flávio Canto (-81kg), Tiago Camilo (-90kg) e Walter Santos (+90kg).

“Se compararmos com Japão e Coréia, tivemos vida mais tranquila contra adversários como Portugal e Grã Bretanha, por exemplo. O Brasil é o país com mais vitórias na competição”, diz o coordenador técnico internacional da CBJ, Ney Wilson. “Vamos estudar bem os coreanos durante a semana. Eles entenderam o regulamento e estão fazendo testes e poupando alguns judocas. Já o Japão foi em todas com força máxima”, completa.

O medalhista olímpico e campeão mundial Tiago Camilo ressalta a união da equipe brasileira.

“A cada rodada a equipe está mais unida e mais fortalecida. Isso faz a diferença. Terminar a fase em Belo Horizonte com vitórias como as de hoje é bom para motivar a equipe. Vamos para Salvador com o ânimo lá em cima”, afirma Camilo.

Flávio Canto, outro medalhista olímpico da equipe, já projeta os confrontos na semifinal.

“Brasil, Coréia e Japão estão garantidos na semifinal, falta só decidir a ordem de classificação e por isso o confronto com a Coréia vai ser importante. A série contra os ingleses foi catimbada, mais até por conta dos técnicos do que dos atletas. Isso faz parte da competição por equipes”, diz Flávio.

Para a tabela de classificação e resultados, acesse o site da Brazil Judo World Tour www.bjwt.com.br

Fonte: Site da CBJ

Saudações Olímpicas!

Sebástian Pereira 

COB promove a segunda edição do Curso Avançado de Gestão Esportiva

sexta-feira, 23 de julho de 2010

O investimento na capacitação profissional em prol do desenvolvimento do esporte nacional é um dos pilares do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Baseado nesta premissa, a entidade dá início a partir desta sexta-feira, dia 23, à segunda edição do Curso Avançado de Gestão Esportiva (CAGE), que reunirá 35 profissionais de diversos segmentos do cenário esportivo do país. O CAGE é uma realização do Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), com apoio dos Programas da Solidariedade Olímpica do Comitê Olímpico Internacional (COI). A segunda edição do CAGE terá a duração de 13 meses e será desenvolvido através de quatro módulos presenciais e três à distância.

Diferentemente da primeira edição, quando foi voltado somente para gestores das Confederações Brasileiras Olímpicas, desta vez o COB disponibilizou vagas para representantes de diversos setores do esporte nacional, como a Confederação Brasileira de Desportos Universitários (CBDU), Forças Armadas, Conselho de Clubes Formadores de Atletas Olímpicos (CONFAO) e Ministério do Esporte. Outro aspecto importante do CAGE é o incentivo à transição de carreira de atletas, após encerrarem a prática esportiva. Entre os estudantes do curso estão Adriana Behar (vôlei de praia), Daniela Polzin (judô), Luisa Parente (ginástica artística) e Sebástian Cuattrin (canoagem), que pretendem se especializar e construir uma história de sucesso também na gestão esportiva. Os próximos módulos presenciais serão em novembro de 2010, fevereiro e junho de 2011.

Para os módulos à distância, o COB adquiriu uma ferramenta interativa de Ensino à Distância (EAD), que conterá todo o conteúdo do CAGE. A ferramenta incluirá bibliografia, artigos e textos relacionados ao tema do curso. Haverá também espaço para um fórum de discussão entre os participantes e palestras on line em vídeo. Através dessa ferramenta, o professor poderá monitorar de forma diária o desempenho dos participantes, além de exercer a função incentivar e indicar fontes de estudos independentes.

O curso está estruturado em atividades teórico-práticas, dinâmicas, discussões em grupos e produção de trabalhos e projetos, de forma que todas essas ações possam ser transformadas em soluções concretas para as organizações esportivas do país. A segunda edição do CAGE abrange seis áreas de estudo: gestão de organizações esportivas olímpicas, estratégica, de recursos humanos, financeira, marketing e organização de grandes eventos. Os 35 participantes já estão estudando a publicação Managing Olympic Sport Organizations (MOSO), produzida pela Solidariedade Olímpica, em cooperação com o MEMOS (Master Executif en Management des Organisations Sportives), que norteará a programação do curso. Os participantes brasileiros que concluírem o CAGE receberão o certificado de Gestor Avançado de Esporte do COI.

Instituto Olímpico Brasileiro (IOB)

O Instituto Olímpico Brasileiro é um centro de estudos e difusão de conhecimento de referência nacional sobre esporte olímpico. Um de seus objetivos é promover o intercâmbio e a difusão de conhecimento, a partir de cursos, seminários, congressos e demais eventos acadêmicos. O IOB visa a fomentar a pesquisa, desenvolver e manter uma base de dados de informações relacionadas ao esporte (artigos, vídeos, gravações, manuais, imagens e documentos em geral), além de promover o desenvolvimento e a elaboração de ferramentas de apoio à tomada de decisão. O Instituto tem o propósito de compartilhar as melhores práticas e tecnologias com atletas, preparadores físicos, gestores, técnicos, treinadores e demais profissionais envolvidos com o esporte.

Fonte: Site do COB

Saudações Olímpicas!

Sebástian Pereira

Seleções da Copa do Mundo por Equipes já estão em BH!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

As oito seleções que disputam a partir desta sexta-feira (23), em Belo Horizonte (MG), a Copa do Mundo por Equipes, já estão em solo mineiro. Brasil, Japão, Coréia do Sul, França, Grã-Bretanha, Itália, Espanha e Portugal se enfrentam pela fase classificatória do evento. As finais serão disputadas de 29 a 31 de julho em Salvador (BA).

A seleção brasileira está confirmada com Leandro Cunha (-66kg), Alex Pombo (-66kg), Bruno Mendonça (-73kg), Flávio Canto (-81kg), Tiago Camilo (-90kg), Luciano Corrêa (+90kg), Walter Santos (+90kg) e Rafael Silva (+90kg).

“A competição está muito forte, com países de tradição no judô. Na minha categoria, por exemplo, terei adversários duros, mas estou preparado e focado”, diz Bruno Mendonça.

Nesta quinta-feira (22), acontece o evento de abertura da Copa do Mundo por Equipes. A solenidade será no Chevrolet Hall, às 11h, e terá a presença do Secretário de Esportes de Belo Horizonte, Fernando Blaser, do presidente da Confederação Brasileira de Judô, Paulo Wanderley Teixeira, e dos judocas das oito nações participantes. 

Fonte: Site da CBJ

Saudações Olímpicas!

Sebástian Pereira

Copa Revelação terá Exposição!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

A Organização da Copa Revelação de Judô Cidade de São Paulo trará ao público presente no próximo domingo (25) no ginásio do Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo, a inédita Exposição “O Judô e seus heróis”. Buscando retratar, através de fotos e textos, uma pequena e particular parte da história do judô em São Paulo, e por conseqüência, no Brasil, a exposição passeia por momentos marcantes do judô paulista e brasileiro, trazendo em perspectiva muito própria, as características e personagens de cada época.

“A Exposição buscou enfocar situações que refletissem cada momento do judô em São Paulo e no Brasil nas últimas décadas. Enquanto nos anos 10 e 20 foi abordada a introdução do judô no país e no estado, nos anos 50 e 60, por exemplo, as informações ficaram centradas na difícil e lenta transição para o judô de competição explorando nomes consagrados na modalidade como Hikari Kurachi, Massayoshi Kawakami, Lhofei Shiozawa e Mateus Sugizaki”, disse Rubens Chiri, curador da exposição.

“A intenção da Copa com esta Exposição é valorizar muitos dos personagens que ajudaram a construir a história do judô paulista e brasileiro. Este trabalho pode e merece ser aprofundado, portanto ainda há muito o que acrescentar. Tenho certeza de que a Exposição agradará aos amantes do judô e do esporte em geral”, disse Branco Zanol, diretor geral do evento.

A intenção dos Organizadores é tornar a Exposição itinerante, levando-a para outras localidades do estado e, talvez, até do país.

“É preciso democratizar este tipo de informação. Hoje um garoto faixa roxa ou marrom que está prestes a se tornar faixa preta não tem idéia da importância que tiveram judocas como os professores Ono,  Ogawa, Messias, Oide, Shiozawa, João Gonçalves, Ishii, dentre muitos outros, em toda a sua formação técnica e teórica”, pontuou Aurélio Miguel, principal incentivador do projeto. A Exposição “O Judô e seus heróis” estará aberta ao público, a partir das 9h, na alameda de acesso ao ginásio do Pinheiros durante todo o domingo (25).

A Copa Revelação de Judô é uma iniciativa da Associação Branco Zanol de Judô e conta com o apoio da Secretaria de Esportes do município de São Paulo, CBJ, FPJ, EC Pinheiros, Instituto Vita, Kimonos Dragão e vereador Aurélio Miguel.

Fonte: Site da CBJ

Saudações Olímpicas!

Sebástian Pereira

Flávio Canto vai dar clínica de ne-waza na Copa Revelaçao

segunda-feira, 19 de julho de 2010

A Copa Revelação de Judô Cidade de São Paulo 2010 poderá contar com um dos maiores ídolos do esporte brasileiro da atualidade; o judoca Flávio Canto. Medalhista de bronze nas Olimpíadas de Atenas, em 2004, e um dos principais atletas da modalidade nos últimos 15 anos, Canto subirá aos tatames da Copa Revelação para falar sobre sua principal especialidade: o ne-waza. Considerado por especialistas como o melhor judoca do mundo na luta de solo, Canto pretende transmitir um pouco de seu vasto conhecimento aos participantes da Copa, em uma clínica com início previsto para logo após o término da competição, que acontecerá no dia 25 de julho próximo, no ginásio do EC Pinheiros.

Fundador do Instituto Reação, organização carioca sem fins lucrativos que mantém núcleos sócio-esportivos e educacionais em áreas de vulnerabilidade social como Rocinha, Cidade de Deus, Tubiacanga e Pequena Cruzada e que atende cerca de 1.000 crianças, Flávio Canto se mostrou empolgado com a possibilidade de integração com jovens de todas as partes do país.

“A Copa Revelação vem se firmando como um dos principais eventos do calendário nacional de competições e a cada ano tende a ficar mais forte. Estou honrado com o convite que me foi feito para trocar experiência com esse grupo que, sem dúvida, representa nosso futuro olímpico no judô”, disse.

Para Branco Zanol, diretor geral do torneio, a vinda de Canto acrescentará muito aos jovens atletas que estarão na Copa.

“Além de ser um judoca excepcional, o Flávio é uma referência como ser humano. É um orgulho para nós podermos recebê-lo em São Paulo. Agradeço à Comissão Técnica da seleção brasileira que entendeu nossa proposta e o liberou para esta clínica”, falou Zanol.

Fonte: Site da CBJ

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Seleção Sênior convocada para o Mundial de Tóquio – Brasil terá 17 atletas

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Foram centenas de lutas em competições, horas de treinamentos e avaliação técnica, física, médica e estatística para se chegar à equipe que representará o Brasil no Campeonato Mundial Sênior de Judô em Tóquio/Japão, de 9 a 13 de setembro de 2010. Estão convocados pela comissão técnica da Confederação Brasileira de Judô os atletas: Felipe Kitadai (60kg), Leandro Cunha (66kg), Bruno Mendonça (73kg), Leandro Guilheiro e Flávio Canto (81kg), Tiago Camilo e Hugo Pessanha (90kg), Luciano Correa (100kg), Walter Santos e Rafael Silva (+100kg); Sarah Menezes (48kg), Erika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portella (70kg), Mayra Aguiar (78kg) e Maria Suellen Altheman (+78kg).

“A partir desse ano, a Federação Internacional de Judô permite que os países sejam representados por até dois atletas em cada categoria e isso é muito bom para o judô brasileiro, já que não é de hoje que temos mais de um de alto nível no mesmo peso”, comenta o coordenador técnico internacional de CBJ, Ney Wilson, que terá todos os atletas do masculino à disposição já na Copa do Mundo por Equipes, disputada esta semana (23-24) em Belo Horizonte, na fase eliminatória, e de 29 a 31 de julho, em Salvador, para a fase final. O time brasileiro enfrentará as equipes de Japão, Coréia, França, Itália, Portugal, Espanha e Inglaterra em um bom teste antes do Mundial.

Esse será o primeiro Campeonato Mundial já valendo pontos para o ranking de classificação olímpica (ouro 500 pontos, prata 300 pontos, bronze 200 pontos, quinto lugar 100 pontos, sétimo lugar 80 pontos). Se os Jogos de Londres fossem hoje, todos os atletas convocados para Tóquio estariam dentro do índice determinado (entre as 13
 melhores no feminino e os 22 melhores do mundo no masculino, em alguns casos, levando em consideração os descartes). Diferentemente dos anos anteriores, a vaga para Londres 2012 são do atleta e não mais do país.

“Por esse motivo buscamos dar o máximo de oportunidade de pontuar aos nossos judocas, especialmente aos mais bem ranqueados na lista. A diferença no ranking entre Tiago Camilo e Hugo Pessanha, por exemplo, é mínima. E não é papel da CBJ, ao convocar apenas um deles para o Mundial, aumentar essa distância e até acabar por definir o melhor. Eles têm chances iguais de mostrar seu valor e conquistar medalhas”, explica Ney Wilson.

Todos os atletas convocados pela CBJ conquistaram, este ano, boas colocações e medalhas em competições válidas pelo Circuito Mundial, entre Copa do Mundo, Grand Prix, Grand Slam e Campeonato Pan-Americano. Os destaques foram os ouros em etapas do Grand Slam, o principal evento do circuito: Leandro Guilheiro (81kg) em  Paris, Hugo Pessanha (90kg) no Rio de Janeiro e Luciano Correa (100kg) em Moscou. Guilheiro foi ainda prata no Grand Prix da Tunísia, bronze no Grand Slam do Rio e ouro na Copa do Mundo de São Paulo. Já Hugo conquistou também o título da Copa do Mundo de São Paulo e do Pan-Americano este ano, equanto Luciano venceu a Copa do Mundo de São Paulo, foi bronze no Grand Prix de Dusseldorf e prata na Copa do Mundo de Viena.

Kitadai foi prata no Pan-Americano e bronze na Copa do Mundo de São Paulo, Leandro Cunha ficou com o bronze no
Pan-Americano, Bruno Mendonça venceu a Copa do Mundo de São Paulo e foi bronze no Grand Slam de Moscou e no Pan, Flávio Canto foi bronze no Grand Slam de Moscou e do Rio de Janeiro e na Copa do Mundo de Madri e ouro no Pan e na Copa do Mundo de Lisboa, Tiago Camilo foi bronze no Grand Slam de Paris e na Copa do Mundo de Lisboa, alem de ouro na Copa do Mundo de Madri, Rafael Silva ficou com a prata na Copa do Mundo de São Paulo e bronze na de Lisboa e Walter Santos foi prata na Copa do Mundo de Viena.

No feminino, Sarah Menezes, melhor atleta olímpica do Brasil em 2009 pelo COB, venceu o Pan e a Copa do Mundo de São Paulo e ficou com a prata na Copa do Mundo de Budapeste, Mariana Silva foi bronze no Grand Slam do Rio de Janeiro e no Pan-Americano, mesmas colocações de Mayra Aguiar, que foi ainda ouro na Copa do Mundo de Budapeste e prata na Copa do Mundo de São Paulo, Maria Portela ficou com o bronze na Copa do Mundo de São Paulo e a pesado Maria Suellen Altheman foi prata no Grand Slam do Rio de Janeiro e bronze no Pan.

“Os bons resultados são reflexo do trabalho que vem sendo feito pela Confederação Brasileira de Judô. Neste ciclo olímpico investimos forte na preparação da equipe e trabalhamos com quatro atletas por categoria, num total de 56 judocas representando internacionalmente o Brasil apenas na categoria sênior, sem contar a base. Os 17 convocados para o Mundial têm plenas condições de fazer um belo papel no Japão”, diz Ney Wilson.

O Brasil soma 19 medalhas em Campeonatos Mundiais Sênior de Judô: 4 ouros, 2 pratas e 13 bronzes.

A equipe viaja para Tóquio na primeira semana de setembro, para período de treinamento e aclimatação. Nas duas últimas vezes em que o Campeonato Mundial Sênior foi disputado no berço do judô mundial, o Brasil subiu ao pódio: bronze em Osaka 2003 com Mario Sabino, Carlos Honorato e Edinanci Silva e bronze em Tóquio 1995 com Danielle
Zangrando.

Fonte: Site da CBJ

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Lutas Associadas: Panamericano Cadete: Brasil ganha dois ouros na Luta feminina

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Após um primeiro dia sem vitórias no Campeonato Panamericano de Luta Olímpica, o time brasileiro fechou o segundo dia da competição com duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. As medalhas douradas vieram com Jessica Santos (38 Kg) e Daniele Brandão (70 Kg) após incrível vitória sobre a canadense Madson Beblow levantando o público presente na Arena Amadeu Teixeira. Outro momento que agitou o público foi na disputa pelo ouro na categoria 65 Kg. Jaqueline Amorim venceu seu primeiro combate contra o México e acabou superada pela canadense Emily Schaan após intenso combate e ficou com a honrosa medalha de prata. O bronze veio com Hortencia Alencar na categoria 43 Kg. Hadassa Duarte (52 Kg), Beatriz Pinheiro (56 Kg) e Cassia Pantoja (60 Kg) ficaram com a quarta colocação. Priscila Firmino (46 Kg), machucada, acabou na quinta colocação. Com os resultados, o Brasil terminou a competição feminina com o vice campeonato. O grande campeão foi o Canadá, com dois ouros, duas pratas, quatro bronzes e um quarto lugar. Destaque da competição, o time do Equador venceu quatro categorias e ficou em segundo em uma.

Fonte: Site da CBLA

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Lutas Associadas: Pan-Americano Cadete: Brasil encerra competição com ouro histórico

segunda-feira, 19 de julho de 2010

No último dia do Campeonato Pan-Americano Cadete, o Brasil entrou na competição representado por nove atletas e conquistou um excelente resultado. Victor Honório (100 Kg) entrou para a história com a medalha de ouro conquistada. Para chegar ao lugar mais alto do pódio, Victor venceu Saheel Khan do Canadá e Donnie Horner dos EUA e tornou-se o primeiro atleta masculino brasileiro a conquistar um campeonato Panamericano da modalidade. Lucas Aniceto conquistou o bronze da categoria 63 Kg. Luis Pinto (46 Kg), Pedro Rocha (76 Kg) e Reinaldo Mikahakene (85 Kg) ficaram com a quarta colocação. Haleff Paes (50 Kg), Ricardo Masala (54 Kg) e Richard Moura (69 Kg) foram 5° lugares. Rodrigo Falabella (58 Kg) terminou em 7°. Na classificação por equipes, o Canadá repetiu o feito na Luta feminina e também foi campeão. Eua terminou em 2°e o Peru em 3°. O time brasileiro com 61 pontos conquistados terminou em 4°. “Estou muito feliz pelo nosso resultado. No geral nossa participação foi muito boa, apesar da superioridade dos outros países. Estamos no caminho certo e vamos dar ferramentas para essa garotada crescer”, avalia Pedro Gama Filho, Presidente da CBLA.

Fonte: Site da CBLA

Saudações Olímpicas

Sebastian Pereira

Brasil domina e fatura o Sul-Americano Sub 17 e 20!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

O Brasil segue mostrando sua força no continente e, neste fim de semana, se consagrou campeão geral do Campeonato Sul-Americano Sub 17 e 20, realizado em Buenos Aires, na Argentina. O Brasil conquistou um total de 15 medalhas de ouro, 12 de prata e quatro de bronze.

 Fonte: Site da CBJ

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira