Cerimônia de Abertura dos Jogos Sul-americanos Medellín 2010 dá a largada para o segundo ano do ciclo olímpico do Brasil até Londres 2012.

 Time Brasil inicia a participação na competição multiesportiva mais importante do segundo ano deste Ciclo Olímpico com a disputa dos IX Jogos Sul-americanos Medellín 2010. Com uma delegação formada por 562 atletas, o Brasil dá prosseguimento à preparação para os Jogos Olímpicos Londres 2012. Nesta sexta-feira, dia 19, os atletas dos 15 países participantes desfilam na Cerimônia de Abertura, com inicio marcado para as 21h (horário de Brasília), no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín. Apesar da abertura nesta sexta-feira, desde a última quarta-feira acontecem competições de ciclismo em Medellín.

Além de ser uma importante etapa na formação da delegação brasileira que disputará os Jogos Olímpicos de Londres 2012, os Jogos Sul-americanos de Medellín são uma oportunidade para o Brasil retomar a hegemonia esportiva continental e a liderança no quadro de medalhas da competição, posto alcançado na penúltima edição do evento, realizada no Brasil, em 2002. Nos Jogos de 2006, em Buenos Aires e Mar Del Plata, o Brasil ficou em primeiro lugar no quadro geral de medalhas (304 contra 292 da Argentina), porém os argentinos obtiveram mais medalhas de ouro (107 contra 97 do Brasil). Em Medellín, brasileiros e argentinos terão ainda a ameaça da Colômbia, que há quatro anos se prepara para a disputa do evento. “Será uma bela disputa, o que engrandece ainda mais o esporte na América do Sul. Para o Brasil, os Jogos Sul-americanos servem como importante parâmetro para a preparação dos atletas para os Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011 e para os Jogos Olímpicos Londres 2012″, afirma o Chefe da Missão Brasileira em Medellín 2010, Bernard Rajzman.

O programa esportivo da competição contempla, além das modalidades olímpicas, outras seis que fazem ou já fizeram parte do programa pan-americano. São elas: beisebol, boliche, futsal, karatê, softbol e squash. Em Medellín, o Time Brasil está baseado na Vila Sul-americana, instalação especialmente construída para o evento e que após os Jogos será destinada à população de baixa renda da região. Esta é a primeira vez que uma Vila é construída exclusivamente para a competição e os colombianos destacam os legados sociais e esportivos que os Jogos Sul-americanos deixarão para o país. O Brasil participará de 42 modalidades na competição continental. Não haverá representantes brasileiros somente no beisebol, hipismo, futebol, patinação velocidade e softbol.

Na Colômbia, o Time Brasil terá nomes de destaque do esporte brasileiro. Estão confirmados na delegação nomes como a velocista Barbara Leôncio, o mesatenista Hugo Hoyama, o ginasta Diego Hypólito, o canoísta Nivalter Santos, a saltadora Juliana Veloso, os maratonistas aquáticos Ana Marcella Cunha e Allan do Carmo, a judoca Ketleyn Quadros, o craque de futsal Falcão, além dos nadadores Kaio Marcio, Joana Maranhão e Thiago Pereira. Modalidades como o voleibol, o vôlei de praia e o basquete serão representadas por equipes de jovens talentos, para que adquiram experiência internacional.

Além de Medellín, outras oito sub-sedes receberão eventos dos Jogos Sul-americanos. Em Rionegro serão disputadas as provas de karatê, esqui aquático, patinação artística, hipismo e futebol feminino. Em Guarne será o tiro esportivo e o futebol. Guatapé será a sede aquática do evento, com as provas de vela, canoagem, triatlo e maratona aquática. Envigado receberá partidas de futebol masculino, assim como Itagui, que ainda será a sede do handebol. Copacabana verá o pólo aquático e o ciclismo mountain bike, enquanto Sabaneta receberá os confrontos de boxe. Os Jogos Sul-americanos classificam algumas modalidades para os Jogos Pan-americanos de Guadalajara 2011, no México, como por exemplo o basquete e o handebol. Ao todo são 46 locais de competição. Cerca de cinco mil atletas e oficiais de 15 países participam dos Jogos.

Fonte: Site do COB

Saudações Olímpicas

Sebástian Pereira

Tags: , ,

Deixe um comentário